mural de

notícias

  • home
  • notícias
  • Energia fotovoltaica é um bom investimento para condomínios, diz especialista


9


01


Energia fotovoltaica é um bom investimento para condomínios, diz especialista

O uso da energia fotovoltaica – a popular energia solar – conquista cada vez mais adeptos no Paraná. Conforme dados da Companhia Paranaense de Energia (Copel), nos dez primeiros meses de 2019 o número de novas instalações de painéis solares no estado saltou de 2.675 para 7.729. Segundo a Aneel, o estado ainda é o quarto no ranking de geração distribuída, e o quarto em maior número de sistemas conectados à rede - mais de 17 mil conexões.

Como explica a especialista em energia fotovoltaica da Platão Energia Curitiba, Krystiane Bergamo, mestre em Governança e Sustentabilidade, um dos pontos que chama a atenção dos consumidores – especialmente dos responsáveis por condomínios, empresas, clubes e templos religiosos – é o barateamento dos sistemas. Tanto que, dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) mostram que 75% dos projetos desenvolvidos no Brasil são para áreas residenciais. “Além de ser uma energia limpa e focada na sustentabilidade, os projetos suprem quase a totalidade do consumo de energia do condomínio”, argumenta.

Krystiane relata que a energia gerada pelo sistema e consumida pela unidade reverte em desconto na fatura da companhia de energia. “O excedente vira bônus para contas futuras e pode, inclusive, ser utilizado em outra unidade de consumo”, enfatiza. Todas as instalações precisam de projeto com responsável técnico e passam pela anuência de órgão responsável, no caso do Paraná, a Copel.

Mapa Solar do Paraná

Engana-se quem pensa que no Paraná – e especialmente em Curitiba – o tempo é ruim para a utilização da energia solar.

O Mapa Solar do Paraná (solar.copel.com) desenvolvido pela Copel e pelo Simepar mostra os valores da radiação solar nas cidades do estado. Para se ter ideia, a eficiência de geração de energia solar em Curitiba é muito parecida com a de Salvador, na Bahia. “Isso porque, o que se leva em consideração é a média da radiação solar ao longo do ano. E a nossa é muito boa, superior à de muitos países da Europa como a Alemanha”, destaca Krystiane.

Outro aspecto é que o frio e a umidade são boas condições para a geração fotovoltaica e que favorecem a eficiência do sistema. As placas solares não precisam de calor. E a especialista continua: “A radiação solar passa pelas nuvens mesmo em dias nublados, atinge os painéis do sistema e é transformada em energia. É preciso compreender que a radiação independe dos dias ensolarados, por isso é que os médicos recomendam o uso filtro solar em adultos e crianças durante o dia, com ou sem sol”.

“Tudo isso, associado à praticidade na instalação, a possibilidade de bônus para as faturas seguintes e o tempo de retorno de investimento reduzido fazem da energia solar uma boa opção para aqueles que buscam a redução de custos da fatura de energia em empresas e condomínios – sejam eles verticais ou horizontais”, conclui a especialista.





NOTÍCIAS


RECENTES





Fale com quem entende do assunto!


Todos os direitos reservados à Solar Caxias.