mural de

notícias

  • home
  • notícias
  • Brasil sediará energia solar fotovoltaica flutuante em sua usina hidrelétrica


18


fev


Brasil sediará energia solar fotovoltaica flutuante em sua usina hidrelétrica

A empresa internacional de engenharia Tractebel está responsável  pelo projeto básico de fotovoltaicas solares flutuantes com capacidade de 30 MW na barragem hidrelétrica de 52,2 MW da Batalha, de propriedade do grupo estatal brasileiro Furnas Centrais Elétricas.

Na execução desse complexo projeto de energia renovável para Furnas Centrais Elétricas, a Tractebel desenvolverá o projeto básico para a implantação das Usinas Fotovoltaicas da Batalha I, II e III.

O objetivo é atingir uma potência instalada total de 30MW. Isso será alcançado com cerca de 90.900 módulos fotovoltaicos flutuando no reservatório.

O equilíbrio dos módulos fotovoltaicos necessários para atingir a meta será desenvolvido no terreno, utilizando o que antes era o local de construção da usina hidrelétrica de Batalha.

A energia gerada será suficiente para atender às necessidades mensais de energia de cerca de 30.000 residências.

Segundo Maria Guilhermina Drummond, superintendente da Linha de Produtos Tractebel Energy na América Latina, os benefícios de uma planta solar fotovoltaica flutuante são numerosos.

“Esse tipo de instalação oferece um ganho de eficiência na captação de energia solar, pois, como estão próximos à água, os módulos permanecem mais limpos e mais frios, fator essencial para desempenho superior”, explica ela.





NOTÍCIAS


RECENTES





Fale com quem entende do assunto!


Todos os direitos reservados à Solar Caxias.